Cursos/Licenciatura em Educação Física

DADOS GERAIS DO CURSO

Tipo: Licenciatura

Modalidade: Presencial

Denominação do Curso: Licenciatura em Educação Física

Habilitação: Licenciado em Educação Física

Turno de Funcionamento: Noturno

 

COORDENAÇÃO DO CURSO

Coordenador do Curso: Prof

 Marco Borba

 

REGIME LETIVO

Periodicidade: Semestral

Período de integralização: 

Mínimo: 6 semestres  

Máximo: 9 semestres

 

COMPOSIÇÃO CURRICULAR

Carga Horária das disciplinas: 2200 h

Estágio Supervisionado:          400 h           

Atividades Complementares:    200 h

Práticas de Formação:              400 h

Carga Horária Total:                3200 h        

 

GRADE CURRICULAR: CLIQUE AQUI

CORPO DOCENTE:  CLIQUE AQUI

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO: CLIQUE AQUI

  

PERFIL DO EGRESSO

 O curso de Educação Física visa à formação de um profissional que tenha: autonomia intelectual que o capacite a desenvolver uma visão histórico-social, necessária ao exercício de sua profissão, como um profissional crítico, criativo e ético capaz de compreender e intervir na realidade e transformá-la; capacidade de desenvolver relações solidárias, cooperativas e coletivas; possibilidade de produzir, sistematizar e socializar conhecimentos e tecnologias e capacidade para compreender as necessidades dos grupos sociais e das comunidades com relação a problemas sócio-econômicos, culturais, políticos e organizativos, de forma a utilizar racionalmente os recursos disponíveis, além de preocupar-se em conservar o equilíbrio do ambiente; constante desenvolvimento profissional, exercendo uma prática de formação continuada inovadora na sua área de atuação. Para o desenvolvimento desse perfil, espera-se que o Licenciado em Educação Física apresente as seguintes habilidades:

1 - Atuar profissionalmente, compreendendo a natureza humana em suas múltiplas dimensões (bio-psico-sócio-cultural);

2 - Desenvolver formação técnico-científica, ética e política que confira qualidade ao exercício profissional;

3 - Estabelecer relações com o contexto social que permitam o reconhecimento da estrutura e das formas de organização social, suas transformações e expressões;

4 - Promover estilos de vida saudáveis, conciliando as necessidades dos seus beneficiários às de sua comunidade, atuando como agente de transformação social;

5 - Desenvolver e aplicar metodologias de ensino-aprendizagem em sua área de atuação;

6 - Atuar em políticas e programas de educação, visando a promoção da saúde, educação e esporte no contexto das políticas sociais;

7 - Atuar em equipes multiprofissionais destinadas a planejar, coordenar, supervisionar, implementar, executar e avaliar atividades na área de educação, esporte, recreação, lazer e saúde, pautadas em uma visão integrada e holística do ser humano;

8 - Dominar os conhecimentos científicos básicos da natureza bio-psico-sócio-ambiental subjacentes à prática do profissional, bem como, a identificação dos problemas encontrados no exercício desta profissão, sua natureza, possibilidade de interpretação dos dados advindos e busca de possíveis soluções;

9 - Conhecer e desenvolver processos e etapas da produção do conhecimento científico reconhecendo seus princípios, por meio de leitura crítica de textos e registros, inclusive, desenvolvendo e participando de pesquisas e outras formas de produção do conhecimento que promovam a qualificação da prática profissional;

10 - Lidar, criticamente, com a dinâmica do mercado de trabalho e com as políticas de saúde, educação e esporte;

11 - Atuar como sujeito de transformação social no processo de formação de recursos humanos, respondendo às especificidades regionais de saúde, educação e esporte através de intervenções planejadas estrategicamente, em níveis de atenção e promoção integral à saúde dos indivíduos, das famílias e das comunidades;

12 - Usar, adequadamente, novas tecnologias da informação e comunicação nos contextos da atuação do profissional da Educação Física;

13 - Gerenciar o processo de trabalho na Educação Física, pautado em princípios da Ética e da Bioética, com resolutividade tanto em nível individual como coletivo;

14 - Interferir na dinâmica de trabalho institucional, reconhecendo-se como agente desse processo;

15 - Participar da composição das estruturas consultivas e deliberativas dos sistemas de educação, esporte e saúde.

 

FORMAS DE ACESSO AO CURSO

O acesso ao curso se dará por meio de Processo Seletivo organizado e executado segundo o disposto na legislação pertinente, com o objetivo de classificar os candidatos no limite das vagas oferecidas. O Processo Seletivo abrangerá conhecimentos de Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Física, Língua Inglesa, Química, Conhecimentos Gerais (Geografia e História) e Redação, em nível de Ensino Médio para avaliar a formação recebida pelos candidatos e sua aptidão intelectual para estudos superiores. A regulamentação do Processo Seletivo é feita por meio de Edital publicado em órgãos de divulgação local, regional ou nacional e por meio do Manual do Candidato. Ao deliberar sobre os critérios e normas de seleção e admissão de estudantes, a Faculdade leva em conta os programas de avaliação adotados do Ensino Médio, inclusive possíveis orientações específicas oriundas dos órgãos educacionais, como a nota do ENEM.

Como meio de propiciar o ingresso e a permanência do aluno na Faculdade são oferecidos programas de financiamento estudantil como Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior - FIES, o EDUCA MAIS BRASIL, bolsas pelo Programa Universidade para Todos - PROUNI e são concedidos descontos nos programas Auxílio Parentesco; Bolsa Colaborador; Convênio Empresa; Convênio com Prefeituras da Região, Convênio Escolas Públicas e Sindicato SAAETM-AP. As bolsas do Prouni e FIES são oferecidas de acordo com a legislação do Ministério da Educação, que regulamenta os programas, sendo oferecidas a estudantes brasileiros que não possuem curso superior e que preenchem os requisitos legais.

Realizado o Processo Seletivo e restando vaga, admite-se matrícula de aluno graduado, com diploma registrado devidamente, para Obtenção de novo título ou de aluno de outras Instituições em processo de Transferência, quando será realizada análise curricular para ingresso.

A matrícula em disciplina isolada será permitida nas seguintes situações: quando da ocorrência de vaga, por alunos de outras Instituições de Ensino Superior ou por concluinte de curso superior independente da ocorrência de vaga, para aluno da unidade, para fins de Cumprimento de Dependência e / ou adaptação que sempre será julgado pela Direção Acadêmica e pela Coordenação de Curso.

Fonte: Edital do Processo Seletivo e Manual do Candidato, acesso: 
http://www.unipacuberlandia.com.br/graduacao

 

BLOG DO CURSO

http://www.unipacef.blogspot.com.br

 

LINKS DE WEBSITES RELACIONADOS AO CURSO 

http://www.unipacuberlandia.com.br/

http://www.unipacef.blogspot.com.br

https://www.facebook.com/groups/111445598955130/

 

      

 

Clique aqui para visualizar

Atendimento ao aluno
(34) 3291-2100 (34) 3219-7791 Acessibilidade
atendimento@unipacuberlandia.com.br